Login | Registar


Resultados por Página:
10 20 50 100

Justiça investiga autarcas de 15 Câmaras do PS e do PSD por causa de viagem a Istambul

Departamento de Investigação e Ação Penal de Coimbra acusou no dia 9 o presidente e o vice-presidente da Câmara de Penamacor pela prática do crime de “recebimento indevido de vantagem”, escreve o jornal “Público” na edição desta quarta-feira. Em causa está a participação em 2015 numa viagem a Istambul com todas as despesas pagas por uma empresa informática fornecedora do município.

O Ministério Público mandou extrair certidões para que sejam igualmente investigados, em processos autónomos, autarcas de outros 14 municípios governados pelo PS e pelo PSD e ainda responsáveis de duas empresas municipais e de uma comunidade intermunicipal, acrescenta o diário.

Como pena acessória, o Ministério Público também pediu a perda de mandato para o autarca de Penamacor, António Luís Beites Soares, e para o seu vice-presidente, Manuel Joaquim Robalo, ambos do PS. O sócio-gerente da empresa (ANO – Sistemas de Informação e Serviços, Lda.), Manuel da Cunha Amorim, foi acusado pela prática do mesmo crime, mas na forma agravada.

Entre as 15 Câmaras cujos autarcas aceitaram o convite, apenas as de Amares e Ferreira do Alentejo não adjudicaram qualquer contrato à ANO, acrescenta o “Público”.

expresso.pt