Login | Registar


Trabalhar na Inglaterra

Brasileiros em viagem ao Reino Unido a turismo ou a negócios não precisam de visto, desde que a viagem não ultrapasse 180 dias. Se o propósito da viagem for outro (trabalho, estudo, estágio, trabalho voluntário, reunião familiar, casamento etc.), os interessados devem informar-se sobre a necessidade de visto e demais exigências para a entrada e permanência no país junto às autoridades britânicas:
Por ser assunto afeto à soberania britânica, o Consulado não tem competência legal para prestar informações a cidadãos brasileiros quanto a sua entrada e/ou permanência no Reino Unido. Consultas sobre esses assuntos devem ser encaminhadas diretamente ao governo britânico, por meio de mensagem ao Home Office ou contato com os consulados britânicos no Brasil:
 
O Reino Unido, como qualquer país, é soberano para admitir ou impedir a entrada de cidadãos estrangeiros em seu território, mesmo que o estrangeiro tenha visto válido. O Consulado-Geral do Brasil em Londres não tem a prerrogativa de interferir na decisão das autoridades britânicas (saiba mais sobre inadmissão no Reino Unido).

 

Vistos

Existem 5 tipos de visto no Reino Unido. Você não precisa de uma permissão de entrada no país como um estudante se você tiver uma nacionalidade que não necessita o visto (países membros da União Europeia, por exemplo).

Tipos de visto
  • Tier 1 – Estudantes de pós-graduação formados no Reino Unido, profissionais de alta qualificação, pessoas que queiram investir no Reino Unido (com recursos mínimos de £200.000 mil libras) e investidores (com recursos de mais de £1.000,000 de libras).
  • Tier 2 – Profissionais qualificados com oferta de emprego de um empregador baseado no Reino Unido.
  • Tier 3 – este tipo de visto está suspenso, sem previsão para retorno (costumava se usado para trabalhadores de baixa qualificação);
  • Tier 4 – O Tier 4 é o nome do visto expedido pelo governo britânico para que você possa estudar na Inglaterra. 
  • Tier5 – trabalhadores temporários e esquema de mobilidade dos jovens. Máxima estadia de 12 meses para trabalhadores temporários e 24 meses para o esquema de mobilidade dos jovens. Todos o candidatos deste tipo de visto devem obter 30 pontos através do certificado de patrocínio obtido por um empregador (com exceção do esquema de mobilidade dos jovens) e 10 pontos de manutenção financeira (mostrar que você recursos financeiros o suficiente);
Visto de Estudante 

Curso com duração de 6 meses ou menos

Se o seu curso for de 6 meses ou menos, não é necessário aplicar para o Short-Term Student Visa antes da viagem. Você receberá o visto aqui na sua chegada ao aeroporto, mediante apresentação dos documentos de confirmação do seu curso ao oficial de Imigração.

Enquanto o estudante estiver no Reino Unido como um visitante, não é possível trocar o visto e estender a sua permanência. Se o aluno deseja permanecer no Reino Unido como estudante, deve voltar para o Brasil e aplicar para o visto requerido.

Curso com duração superior a 6 meses

Os estudantes brasileiros que querem estudar no Reino Unido por um período superior a 6 meses deverão solicitar o visto no Brasil.

Se você tem 18 anos ou mais e for estudar inglês entre 7 e 11 meses deverá aplicar para o Short-term Student Visa. Essa modalidade de visto não oferece ao estudante autorização para trabalhar, troca ou prorrogação de visto. O período máximo de permanência no Reino Unido com o visto de estudante é de 11 meses.

Se você for estudar em um College ou em uma Universidade por mais de 6 meses, ou um curso de inglês por mais de 11 meses, deverá aplicar para o Tier 4 (General) Student Visa (GSV).

  • Tier 4 – Visto de estudante geral;

O Tier 4 – “Visto de Estudante Geral” é baseado em um sistema de pontos, o sistema funciona da seguinte maneira:

Para obter o Visto de Estudante Geral, o intercambista precisa alcançar uma pontuação total de 40 pontos. Os pontos são dados através dos seguintes critérios:

  • Escolas credenciadas;

O aluno recebe os primeiros 30 pontos são obtidos quando tiver a sua matrícula aceita em alguma das escolas/faculdades credenciadas pelo Accreditation UK e/ou pelo UKBA Register of Sponsors. Ambas instituições são credenciadas pelo governo do Reino Unido para avaliar e regular o funcionamento das instituições de ensino do Reino Unido;  Esse “documento” se chama CAS – Confirmation of Acceptance for Study e é documento que contém algumas informações oferecidas pela instituição de ensino que são necessários para o visto (esse documento pode ser recebido por e-mail).

  • Garantia de fundos;

Os 10 pontos finais serão obtidos mostrando que você tem fundos suficientes para custear seu curso e suas despesas pessoais no Reino Unido. Na hora que a solicitação de visto for solicitada, o estudante deve apresentar uma conta própria com o valor exigido para cobrir as despesas mensais durante o período de estudo. De acordo com o governo britânico, o cálculo de despesas é feito da seguinte maneira.

  • £1265.00 para cada mês de curso em Londres;
  • £1015.00 para cada mês de curso em outras cidades;

Porém, o valor-limite é de 9 meses. Ou seja, mesmo que um curso escolhido tenha a duração de 12 meses, o valor total necessário será o de 9 meses.

Ex. Curso em Londres com duração de 12 meses, o valor necessário será de £11,385.00 libras (£1265.00 x 9 meses)

Caso o curso seja em outra cidade, o valor necessário para cursos com mais de 9 meses de duração será de £9135.00 libras (£1015 libras x 9 meses);

Importante lembrar que toda documentação a ser apresentada incluindo extratos bancários e certificado de escolas deverá ser traduzida para o inglês, feita por um tradutor juramentado, (autorizado legalmente a fazer traduções oficiais).

  • Nível de inglês

Para este tipo de visto, o estudante precisa comprovar conhecimentos na língua inglesa. O nível mínimo exigido é o B1, que equivale ao nível Intermediário do CEFR (Common European Framework of Reference). Além disso, é preciso comprovar que o estudante já estudou inglês previamente no Brasil. Também é necessário um teste oficial de inglês, fornecido pela UKBA.

 

  • Tier 4 – Prospective Students

Você pode se inscrever como um estudante prospectivo se a sua intenção é estudar no Reino Unido com um visto Tier 4, mas ainda não completou todos os requisitos para a admissão em seu curso. Você deve ser capaz de demonstrar que irá iniciar os seus estudos em até seis meses após a data de chegada no Reino Unido.

Nesse caso (ao contrário do visto de estudante de 6 a 11 meses), é permitida a troca de categoria de visto enquanto você está no Reino Unido;

Visto de Turismo

Brasileiros não precisam de visto para entrar na Inglaterra a turismo para viagens menores que 6 meses.

Cidadania Europeia

Cidadãos de países europeus que fazem parte da comunidade européia não precisam de visto para trabalhar no Reino Unido.

Passaporte

Seu passaporte deve ter validade mínima de 6 meses a partir da data de embarque. Recomendamos que seu passaporte tenha validade maior ainda que 6 meses caso você queira realizar outra viagem a outro país enquanto estiver na Inglaterra.Veja como tirar seu passaporte 

 

 

Trabalhar na Inglaterra

Como estudante você tem algumas opções que lhe permitirão trabalhar na Inglaterra durante seu curso. Veja abaixo as diferentes condições para estudar e trabalhar no Reino Unido.

Desde o verão europeu de 2011, o Reino Unido não concede mais visto de trabalho para todos os estudantes de cursos de inglês. Atualmente, você só pode trabalhar se estiver matriculado em uma Instituição de Educação Superior no Reino Unido.

Isso não quer dizer que, necessariamente, você deve estar cursando uma graduação para trabalhar no Reino Unido. Em alguns casos um curso de formação profissional ou até mesmo de inglês poderão ser suficientes para lhe garantir a permissão para trabalhar, desde que a duração do curso seja superior a seis meses e em uma instituição autorizada para emitir o CAS – Confirmation of Acceptance for Studies.

Tier 4 é a categoria do visto para pessoas interessadas em estudar e pode permitir que estudantes trabalhem legalmente. Mais informações: https://www.gov.uk/tier-4-general-visa

Estudantes de graduação ou pós-graduação têm permissão para trabalhar 20 horas por semana durante as aulas e período integral nas férias.

Já alunos de curso de inglês (desde que matriculados em cursos superiores a 6 meses e em instituição credenciada) têm permissão para trabalhar 10 horas por semana durante as aulas e período integral nas férias.

Trabalho ilegal

O governo no Reino Unido leva bastante a sério a questão do trabalho ilegal. Então, não tente fazer isso. Você pode ser deportado e isso irá lhe causar inúmeros transtornos em todos os países com relações diplomáticas com a Inglaterra.

Fiscalizações são frequentes, e existem canais onde a população pode denunciar uma empresa que esteja contratando alguém ilegalmente.